logo_m

Comunicação Integrada para cuidar da imagem e da reputação de empresas, organizações e produtos, com foco em resultados.

facebook
twitter
youtube
intagram
google

Boletim de inteligência competitiva traça o perfil do turista estrangeiro

Turistas de bugues. Com dunas imensas e sua lagoa de água doce, Genipabu é um dos principais passeios do Litoral do Rio Grande do Norte. É nas dunas localizadas ao redor dessa lagoa que é comum a prática do esquibunda, ondes os interessados descem em cima de pranchas de madeiras até cair na nela. Uma curiosidade sobre as dunas é que ele são móveis, devido a intensa ação do vento, que as deslocam constantemente de local. Natal (RN). Foto: Ricardo Rollo *** Local Caption *** * prazo indeterminadoTuristas de bugues. Com dunas imensas e sua lagoa de água doce, Genipabu é um dos principais passeios do Litoral do Rio Grande do Norte.  Natal (RN). Foto: Ricardo Rollo, Local Caption, prazo indeterminado (Brasilturis)

O Instituto Brasileiro de Turismo divulgou, na última terça-feira (19), a terceira edição 2017 do Boletim de Inteligência Comercial (BIC), em que apresenta o perfil dos 20 principais países emissores de turistas estrangeiros para o Brasil. A publicação, disponível no Visit Brasil e no portal institucional da Embratur, tem o objetivo de compartilhar com operadores, agências de viagens, companhias aéreas, hotéis, secretarias de turismo, conventions, dentre outros representantes do trade turístico, informações e dados estratégicos que possam contribuir para melhorar o planejamento comercial, de maneira a aumentar os resultados na captação desses visitantes.

“O BIC contém informações de mercados essenciais para ampliar a comercialização do destino Brasil no exterior, como as características de consumo do turista, a permanência nas cidades brasileiras, o gasto médio, o perfil familiar, motivo da visita, além da percepção sobre o nosso País”, destacou Vinicius Lummertz, presidente da Embratur.

Para a elaboração desse boletim, consolidado pela Diretoria de Inteligência Competitiva e Promoção Turística da Embratur, foram utilizadas informações estatísticas produzidas pelo Ministério do Turismo e pesquisas realizadas pelos Escritórios Brasileiros de Turismo (EBTs), junto ao trade turístico, ao longo do segundo semestre de 2016.

“Além do resultado desse levantamento, em que buscamos informações importantes na Demanda Turística Internacional, foi levada em conta a percepção adquirida na atuação in loco da Embratur nos países e seu relacionamento com operadores, agências e companhias aéreas”, informou Alisson Andrade, coordenador-geral de Inteligência Competitiva e Mercadológica do Instituto.

Para acessar, na íntegra, o Boletim de Inteligência Comercial, clique aqui. O BIC também foi disponibilizado no site institucional da Embratur, para download.
*Matéria original em Brasilturis – Publicado por Larissa Coldibeli – larissa@editoravia.com